11 dezembro 2017

VIII Interação Fraterna de Natal


A minha Estrela-Guia neste Natal é o meu amor a Jesus Cristo.
Não só nesta época, mas durante o ano inteiro eu procuro dirigir a minha vida sob a sua vigilância, procurando seguir os seus caminhos, confiando no seu amor misericordioso e infinito, procurando estar atenta à sua Palavra.
Dentro da minha pequenez o Senhor impele-me a fazer o meu trajeto seguindo os seus passos no amor que dedico a todos os que me rodeiam, aos excluídos da sociedade, aos que vivem sós ou abandonados e aos doentes.
Nem sempre cumpro estes princípios, mas, ao olhar o céu, a Estrela-Guia com seu sorriso amoroso como que me adverte de que estou a falhar.
Então recupero o meu alento e dou mais um pequeno passo no sentido de fazer a sua vontade.
É uma tarefa árdua, devo confessar. Mas o Senhor com o seu Amor não tem pressa e aguarda que eu não me desvie dos seus caminhos por mais tortuosos que sejam.
Desta forma, assim também preparo o Seu Natal na maior simplicidade, mas em que Ele está no centro das minhas prioridades, da minha festa.
Ele é o Aniversariante que pretendo festejar e amar com todas as forças da minha alma.
É Ele a Estrela Guia que me leva até à noite em que cantarei: “Aleluia, já nasceu o Salvador, Jesus Cristo Nosso Senhor”. Com Ele celebrarei o Seu Natal. Com Ele celebrarei o Amor.




Obrigada, minha Amiga Rosélia, (Blogue Espirtual-Idade) pelo convite para participar em mais uma Interação de Natal.


Para si, querida Rosélia, e todos os amigos desejo um santo e feliz Natal na alegria que 
só o  Senhor nos pode proporcionar.


Abraços fraternos,
Ailime

10 dezembro 2017

2º Domingo do Advento (Conversão)

A liturgia do segundo domingo de Advento constitui um veemente apelo ao reencontro do homem com Deus, à conversão. Por sua parte, Deus está sempre disposto a oferecer ao homem um mundo novo de liberdade, de justiça e de paz; mas esse mundo só se tornará uma realidade quando o homen aceitar reformar o seu coração, abrindo-o aos valores de Deus.
 .......
No Evangelho, João Baptista convida os seus contemporâneos (e, claro, os homens de todas as épocas) a acolher o Messias libertador. A missão do Messias – diz João – será oferecer a todos os homens esse Espírito de Deus que gera vida nova e permite ao homem viver numa dinâmica de amor e de liberdade. No entanto, só poderá estar aberto à proposta do Messias quem tiver percorrido um autêntico caminho de conversão, de transformação, de mudança de vida e de mentalidade.


Evangelho de Marco ,1-8

Princípio do Evangelho de Jesus Cristo, Filho de Deus.
Está escrito no profeta Isaías:
«Vou enviar à tua frente o meu mensageiro,
que preparará o teu caminho.
Uma voz clama no deserto:
‘Preparai o caminho do Senhor,
endireitai as suas veredas’».
Apareceu João Baptista no deserto
a proclamar um baptismo de penitência
para remissão dos pecados.
Acorria a ele toda a gente da região da Judeia
e todos os habitantes de Jerusalém
e eram baptizados por ele no rio Jordão,
confessando os seus pecados.
João vestia-se de pêlos de camelo,
com um cinto de cabedal em volta dos rins,
e alimentava-se de gafanhotos e mel silvestre.
E, na sua pregação, dizia:
«Vai chegar depois de mim quem é mais forte do que eu,
diante do qual eu não sou digno de me inclinar
para desatar as correias das suas sandálias.
Eu baptizo-vos na água,
mas Ele baptizar-vos-á no Espírito Santo».



Salmo 84 (85)
Refrão 1: Mostrai-nos o vosso amor e dai-nos a vossa salvação

Escutemos o que diz o Senhor:
Deus fala de paz ao seu povo e aos seus fiéis.
A sua salvação está perto dos que O temem
e a sua glória habitará na nossa terra.


Encontraram-se a misericórdia e a fidelidade,
abraçaram-se a paz e a justiça.
A fidelidade vai germinar da terra
e a justiça descerá do Céu.


O Senhor dará ainda o que é bom
e a nossa terra produzirá os seus frutos.
A justiça caminhará à sua frente
e a paz seguirá os seus passos.



Para a semana que segue:…
Dar espaço para o Senhor… A urgência é seguramente dar a Cristo todo o espaço nas nossas vidas: limpar o terreno, em suma… Permitir que Ele nasça no íntimo da nossa vida… O Advento pode ser um tempo de desapropriação, para melhor encontrar Cristo. Ao longo desta segunda semana, é o apelo que nos é dirigido por João Baptista: procurar libertar o espaço para o Senhor. Só assim permitimos que Ele venha!


Hoje acendi a minha 2ª vela de Advento.

Desejo-vos um bom domingo e que o Senhor ocupe o primeiro lugar nas nossas vidas.
Convertamo-nos e preparemos o nossos corações para O receber com toda a dignidade e amor.

O meu abraço na paz de Cristo.
Santo Advento.

Ailime


Fonte: Portal dos Sacerdotes Dehonianos

08 dezembro 2017

Dia da Imaculada Conceição

Hoje dia da Imaculada Conceição, Padroeira de Portugal e feriado nacional.

Do Evangelho de São Lucas 
(1, 26-38)

«Ave, cheia de graça, o Senhor está contigo».
Ela ficou perturbada com estas palavras
e pensava que saudação seria aquela.
Disse-lhe o Anjo:
«Não temas, Maria,
porque encontraste graça diante de Deus.
Conceberás e darás à luz um Filho,
a quem porás o nome de Jesus.
Ele será grande e chamar-Se-á Filho do Altíssimo.»

....


....

Maria disse então:
«Eis a escrava do Senhor;
faça-se em mim segundo a tua palavra».


Oro a Nossa Senhora:

Ave, Maria, cheia de graça,
o Senhor é convosco.
Bendita sois vós entre as mulheres,
e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus.
Santa Maria, Mãe de Deus,
rogai por nós, pecadores,
agora e na hora da nossa morte.
Amém.


Ailime

03 dezembro 2017

1º Domingo do Advento - "Vigiai!"

A liturgia do primeiro Domingo do Advento convida-nos a equacionar a nossa caminhada pela história à luz da certeza de que “o Senhor vem”. Apresenta também aos crentes indicações concretas acerca da forma devem viver esse tempo de espera.
....
O Evangelho convida os discípulos a enfrentar a história com coragem, determinação e esperança, animados pela certeza de que “o Senhor vem”. Ensina, ainda, que esse tempo de espera deve ser um tempo de “vigilância” – isto é, um tempo de compromisso activo e efectivo com a construção do Reino.


Evangelho de S. Marcos 13,33-37
Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Marcos
Naquele tempo,
disse Jesus aos seus discípulos:
“Acautelai-vos e vigiai,
porque não sabeis quando chegará o momento.
Será como um homem que partiu de viagem:
ao deixar a sua casa, deu plenos poderes aos seus servos,
atribuindo a cada um a sua tarefa,
e mandou ao porteiro que vigiasse.
Vigiai, portanto,
visto que não sabeis quando virá o dono da casa:
se à tarde, se à meia-noite,
se ao cantar do galo, se de manhãzinha;
não se dê o caso que, vindo inesperadamente,
vos encontre a dormir.
O que vos digo a vós, digo-o a todos: Vigiai!”



Salmo 79 (80)

Refrão: Senhor nosso Deus, fazei-nos voltar,
mostrai-nos o vosso rosto e seremos salvos.

Pastor de Israel, escutai,
Vós que estais sentado sobre os Querubins, aparecei.
Despertai o vosso poder
e vinde em nosso auxílio.

Deus dos Exércitos, vinde de novo,
olhai dos céus e vede, visitai esta vinha.
Protegei a cepa que a vossa mão direita plantou,
o rebento que fortalecestes para Vós.

Estendei a mão sobre o homem que escolhestes,
sobre o filho do homem que para Vós criastes;
e não mais nos apartaremos de Vós:
fazei-nos viver e invocaremos o vosso nome.


PALAVRA DE VIDA.

A nossa vida tem um horizonte. Mesmo se olhamos por vezes o passado para recordar… mesmo se tomamos o nosso presente para o viver plenamente…, precisamos de nos voltar decididamente para o futuro para entrever os projectos que nos mobilizam. Tal é o convite que Jesus nos lança três vezes: “Vigiai!” Como Maria, José, os pastores, os Reis Magos… Se vigiamos, o nosso presente e o nosso futuro encontrar-se-ão. É isso a esperança.


Vinde , Senhor Jesus!

Desejo-vos um bom domingo e um santo Advento.
O meu abraço na paz de Cristo.

Fonte: Portal dos Sacerdotes Dehonianos